to top

Coluna Profissional: Meu filho tem asma, o que fazer?

Bom dia mamães,

hoje, temos uma convidada super especial na Coluna Profissional de hoje.

Vamos conversar com a Dra. Jaqueline

O seu filho tem asma?

O que fazer?

Não sei se já contei para vocês, mas o Gabriel tem asma e faz o uso frequente da bombinha para dormir. Mas, vire e mexe ele me dá um susto. Alguns dias atrás, ele passou mal na escola e fui chamada correndo, porque ele estava tendo grande dificuldade para respirar. Eu não costumava deixar ele levar a Bombinha para a escola, com medo dele usar sem ter necessidade ou ficar mostrando para os amiguinhos. Mas fui alertada que nesses casos, a bombinha nunca pode ficar longe da criança. Conversei com ele e com a enfermeira da escola, para o caso de usar só em extrema dificuldade e nunca sozinho. Foi um tremendo susto e espero não passar por isso novamente.

 

11204910_10206562361554690_1922779245515126998_n

 

 

Por Dra Jaqueline:

 

Vocês sabem quando a criança está tendo uma crise??

Crise de asma: 

  • Tosse seca persistente, sem outros sinais respiratórios, como espirros e coriza/congestão nasal ou sistêmicos (como febre).
  • Esforço para respirar (entrando debaixo da costelinha, entrando naquele buraquinho perto do pescoço ou batendo asas do nariz).
  • Aumento do número de vezes que a criança respira ( em crianças com febre  esse número aumenta mesmo e não significa necessariamente que ele esteja necessitando de nebulização).
  • Chiado (o famoso barulho de gatinho no peito). Isto é resultado da diminuição do diâmetro dos brônquios. Assim, o ar passa por ali com dificuldade fazendo barulhinho e, dependendo da gravidade, causando o esforço respiratório na criança.
  • Crianças maiores podem referir dor no peito.

A criança não precisa ter todos os itens acima citados para ser diagnosticada uma crise de asma. 

O que fazer?

  • A nebulização indicada pelo médico que acompanha o seu filho, conforme a prescrição.
  • A nebulização, de preferencia deve ser feita com a criança sentada e acordada. Não deve ser feita com chupeta!
  • As crianças maiores devem ser orientadas a respirar de boca aberta durante a nebulização.

Caso a crise dure mais que 5 dias, é importante procurar o médico da criança.

 

Caso a criança continue apresentando tosse importante e esforço respiratório nos intervalos da nebulização, levá-lo à emergência  imediatamente! 

 

sistema-respiratorio-crise-de-asma-infantil

 

Você pode encontrar a Dra Jaqueline através do instagram: @alergiacomdrajaque

 

image

Facebook Comments

Lely Schmidt

  • Silvia

    Ótimo post, adorei as informações passadas, pelo blog e pela Doutora. As crises de asma são realmente um terror, o acompanhamento deve ser feito de perto.

    Parabéns!

    25 de junho de 2015 at 15:58 Responder
  • Antonela Filipo

    Interessante a matéria, parabéns pelo blog.

    25 de junho de 2015 at 21:55 Responder
  • Monica

    Muito esclarecedor esse post!!! Meus meninos não tem mas e muito comum por aqui…
    Beijos!

    30 de junho de 2015 at 15:48 Responder

Leave a Comment